A britânica Kate Evans foi voluntária no campo de refugiados de Calais, cidade portuária da França, onde se concentravam milhares de árabes e africanos que queriam migrar para o Reino Unido. Quadrinista, ela decidiu transformar as cenas de horror e sofrimento em um vívido e pungente relato.

“Refugiados, a Última Fronteira”, da editora Darkside, mescla a linguagem típica das histórias em quadrinhos com o relato jornalístico. É, sem rodeios, um duplo soco no estômago de quem trabalha para que o mundo precise de mais muros.

Por ter testemunhado essa história tão de perto, a autora vira um personagem da HQ, como uma narradora privilegiada e sensível do drama humanitário dos habitantes desse campo (de concentração do século XXI) de refugiados.

Embora o local tenha sido evacuado, a obra serve como registro histórico das dores e brutalidades a que foram submetidas essas pessoas que só queriam pontes para um futuro melhor.

Clica na imagem para comprar o livro com desconto na Amazon:

“Refugiados, a Última Fronteira”. De Kate Evans. Darkside, R$ 69,90.

Conheça também o trabalho do cartunista Joe Sacco, que cobriu os conflitos na faixa de Gaza e criou o quadrinho “Notas sobre Gaza”:

“Notas sobre Gaza”. De Joe Sacco. Companhia das Letras, R$ 69,90.

 

 

Compartilhe: