No kit de dezembro, os associados receberam o livro “Big Tech | A ascensão dos dados e a morte da política” do crítico de tecnologia Evgeny Morozov. Indicado pelo antropólogo Hermano Vianna, o livro traz os melhores ensaios de Morozov para o jornal “The Guardian” nos últimos anos, lançando-o sob os holofotes como uma das personalidades mais influentes de 2018.

Acadêmico formado na American University na Bulgária, onde pesquisou as implicações da tecnologia na vida social e política, Morozov nasceu na Bielorrússia, tem 35 anos e outros dois títulos já publicados, mas ainda não traduzidos: “The Net delusion – The dark side of internet freedom” e “To save everything, click here – Technology, solutionism, and the urge to fix problems that don’t exist”. Para sua estreia no mercado editorial brasileiro, quem publica “Big Tech” é a Editora Ubu, contando com um prefácio inédito do autor.

Terminei a leitura, e agora?

Se você chegou ao fim do livro e sentiu que precisa de mais, a Panaceia traz aqui algumas indicações para você se aprofundar no tema. Reunimos conteúdos que dialogam com o livro e abrem a conversa em outros campos tais como a ficção, o documentário e as artes plásticas.

São referências para entender melhor o alcance da influência da tecnologia em nossas vidas, como o livro de Morozov busca fazer. Analisando o papel que os dados (Big Data) desempenham hoje, o crítico observa a ascensão das empresas do Vale do Silício (Uber, Whatsapp, Airbnb, Facebook e outras) enquanto a política vai, cada vez mais, se apoiando nesses milagres da tecnologia para “solucionar” questões de ordem pública.

Nesse processo, então, o que fica em jogo não será só o número de aplicativos em nosso celular e as facilidades a partir deles. Nossas vidas também entraram nesse jogo.

Ficção

“O Círculo” de David Eggers

Publicado em 2014 pela Companhia das Letras, “O Círculo” é um romance de Dave Eggers no qual a jovem Mae Holland vive as loucuras de um mundo hiper-conectado e, aparentemente, mais civilizado. Contratada para trabalhar na maior empresa de internet, O Círculo, o entusiasmo da conquista logo vai dando lugar a um suspense eletrizante e às reflexões sobre o lugar da privacidade, da memória e da democracia nas sociedades. O livro também foi adaptado para as telas em 2017 e conta com a atuação de Tom Hanks e Emma Watson. Assista ao trailer.

Documentário

“Lo and Behold | Eis o delírio do mundo conectado” (2016), do diretor Werner Herzog

O diretor Werner Herzog, famoso por seus documentários sobre a relação do homem com o planeta, explora em “Lo and Behold | Eis o delírio do mundo conectado” (2016) as perspectivas sobre o avanço da internet. Entrevistando nomes importantes no campo da tecnologia, Herzog pergunta: “A internet sonha consigo mesma?”. Assista ao trailer.

 

Artes plásticas

‘The Butcher’s Son’, feito por máquinas programadas pelo artista Mario Klingemann

A obra acima se chama “The Butches’s Son” (O filho do açougueiro), o primeiro nu artístico produzido por inteligência artificial programada pelo artista Mario Klingemann em 2018. O quadro ganhou o premio Lumen, destinado a trabalhos digitais. Leia no Nexo.

ASSOCIE-SE

e receba um novo kit a cada mês:

acesse o nosso site

Compartilhe: