Dois anos atrás, o Brasil havia sido lançado numa crise política sem precedentes desde a redemocratização. O País mergulhava em uma guerra de valores disfarçada de combate à corrupção. A história não falha, se repete. E como em outros tempos tal combate abriu espaço para devaneios obscurantistas de um conservadorismo radical e sua carga sexista, racista, xenófoba, misógina. É neste cenário de um governo liberal de legitimidade prá lá de questionável que nasce a Panaceia.

Embalados por um profundo clamor de justiça social e com uma proposta estratégica direcionada a temas candentes e títulos apropriados a tempos de resistência, fomos pioneiros em oferecer livros de não ficção com forte conexão política e cultural.

Desde o início, nosso clube prima por selecionar um time de curadores de reconhecida relevância acadêmica, social e cultural a sugerir títulos para a criação de uma biblioteca pessoal essencial à formação e o desenvolvimento político do cidadão brasileiro.

Todos os meses, nossos assinantes recebem uma caixa com a indicação de um livro surpresa juntamente com um material apurado e inédito de apoio à leitura da obra escolhida e que também apresenta o curador do mês e o autor da obra.

Para além do kit, nosso clube se mantém atuante e engajado alimentando suas redes e blog com informações complementares e comentários sobre a biblioteca que cresce em títulos e importância.

Já são 24 meses, 24 títulos, 24 curadores, 24 kits inéditos. Dois anos de dedicação, informação, resistência e entrega da nossa equipe profissional para você, assinante em especial que quer construir sua biblioteca-trincheira de hoje, que será sua biblioteca iluminista e essencial de amanhã. Biblioteca-farol para que lembremos sempre que há luz no fim do túnel.

Se você como nós está engajado na luta por um país socialmente justo e essencialmente democrático esse é seu clube do livro.

Compartilhe: