Em abril, quem já faz parte da Panaceia recebeu a obra “A nova razão do mundo”, dos sociólogos franceses Piere Dardot e Christian Laval, que buscam entender como as mecânicas do neoliberalismo têm se entranhado de forma difusa em todas as esferas da vida humana. O nosso curador classifica o título como “um livro diagnóstico de nossa época, que mostra como estamos completamente dominados por uma forma de nos fazermos sujeitos” quase obrigados a desenvolver nosso lado empreendedor e responsáveis pelo nosso sucesso ou fracasso.

Será que todos os seres humanos são ou deveriam mesmo ser suas próprias empresas nessa lógica neoliberal? Quais os impactos disso em nossa sociedade?

Em A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal, Pierre Dardot e Christian Laval fazem uma análise contundente e original do capitalismo e de sua forma mais contemporânea, o neoliberalismo, a partir de uma perspectiva foucaultiana do poder e desafiando duas de suas premissas. A primeira delas é a crença de que o neoliberalismo implica a não intervenção radical do Estado na economia (o laissez-faire, deixai fazer, tão caro aos entusiastas do chamado “estado mínimo”) e a segunda é o confrontamento à definição marxista de que ele é um mecanismo de restauração do poder de classe.

 

Se você ainda não se associou ou não chegou a tempo de receber a Edição 27 com indicações de leitura de Christian Dunker, a Panaceia te ajuda!

É só acessar nosso site e fazer o seu cadastro:

www.panaceiaclube.com.br

A aquisição das edições passadas é exclusividade dos associados!

Compartilhe: